My Items

DOAÇÃO DE CABELO MANERO

Há muito tempo eu venho tentando desenvolver um projeto de doação de Cabelo Manero à mulheres humildes que estão sofrendo com a queda de cabelo, seja por conta de tratamento quimioterápico, estético ou por algum tipo de doença ou situação que tenha lhe causado a calvície. Me juntei a alguns projetos que doam peruca, mas sinceramente não encontrei neles a identidade do meu produto, era só mais uma opção que eles ofereciam, claro que foi bom participar, amei conhecer as pessoas e fui muito ajudada por todas, imensa gratidão. Sempre que me pedem perucas, eu de pronto os indico, afinal todos pelo mesmo propósito 💪🤝. Bem, todo sonho tem que sair para o papel e do papel para a ação. Uma das coisas boas que esta pandemia me fez foi tirar do papel e colocar em ação este meu sonho de muito tempo. Na página Projeto Cabelo Manero há um questionário, onde você que gostaria de ter um Cabelo Manero e não pode por questões alheias a sua vontade poderá preenchê-lo e nós da curadoria do projeto vamos analisar e procurar atendê-la. Não será sempre possível, mesmo porque o projeto está engatinhando, mas os esforços serão enormes e totalmente dedicados à causa. E você que tem um salão de cabeleireiro e que gostaria de se juntar à causa pelo nosso projeto, estamos à disposição para conversar sobre. Bem como, você que quer doar mechas. Bj grande da Lu #lubylara #turbantes #cancer #câncer #quimioterapia #oncologia #linfoma #euvenciocancer #nódulos #cancerdemama #mulhercareca #negras #alopecia #oncologia #turbanteoncologico #turbantequimioterapico #adeuscancer #ligadamedula #leucemia #souabrale #venciocancer #afro #feirapreta #negraslindas #afro #mulhernegra #transicaocapilar #publi #peruca #cabelomanero

Felicidade por um fio

Já pararam para pensar em quanto tempo e dinheiro a maioria das mulheres dedicam na arrumação de seus cabelos? Quantas deixaram de sair e de se divertir simplesmente porque o cabelo não estava a seu gosto? Sou da geração que ficava o dia de sábado quase todo em função de arrumar os cabelos para sair à noite com o namorado, ou para conseguir um. A verdade é que só muito depois descobrimos que o amor nasce através das atitudes, da admiração, da nossa própria segurança e outros fatores capazes de demonstrar quem realmente somos. Estar sem cabelo, seja temporariamente ou definitivamente, para algumas mulheres deve ser o fim do mundo, realmente não deve ser muito legal, não, mas como em todo tipo de situação, devemos nos acostumar e buscar outras formas para se levantar a autoestima, e no que se refere ao cabelo e à cabeça, temos N formas de se arrumar. Mas já pensaram nas pessoas que perdem algum membro do corpo, visão, ou audição? Já pararam para pensar no como elas se reinventam e seguem a vida? Na Netflix tem um filme muito bacana que aborda todo este conceito de "beleza" que gira em torno do cabelo, se você está vivenciando este momento de queda, não deixe de assistir Felicidade por um Fio. Um bj da Lu

Qual é o teu diagnóstico?

Hoje eu acordei pensando em como as coisas seguem certos rumos em nossas vidas. Nestes 47 anos de vida conheci muita gente, muitas histórias... E singularmente nestes últimos 3 anos, trabalhando unicamente com pessoas, pude conhecer histórias lindas, histórias tristes, histórias engraçadas. E tudo isto vem contribuindo muito com a minha formação de opinião. Eu descobri que, como seres em um mundo de transição e aprendizado, fatalmente não estamos aqui pura e simplesmente a passeio. Vamos pensar juntos, qual é o teu diagnóstico? · Câncer, · Desemprego, · Desamor, · Desafeto, · Discórdia, · Penúria? Isto tudo não está te tirando da cama? Minha cara, parada você não vai sair desta condição jamais! É preciso reagir. Nos meus atendimentos à pessoas, eu pude perceber que as portadoras de alguma doença, quando positivas e cheias de fé, conseguem ter ao lado pessoas maravilhosas que lhes dão uma sustentação, um porto seguro. Muitas vezes, certas doenças nos cercam como forma de aprendizado, você que passa por isto já pensou desta forma? O que você precisa aprender para sair desta? Mas às vezes, estar só num momento delicado não é tragédia alguma, porque afinal, cabe muito bem o provérbio: antes só que mal acompanhada. Todavia, estar só pode ser a condição necessária para perceber o aprendizado que você precisa para evoluir. Reclamar, praguejar vai mudar o rumo das coisas, sim, mas é para pior, pense nisto. Há também aquelas pessoas que perdem o emprego e caem na prostração profunda. Por quê? Eu descobri que as pessoas ficam assim porque elas perdem a fé de que arranjarão um novo emprego e quando a demora pelo novo se intensifica, ela começa a avaliar beleza em monstros do passado, trabalhos anteriores que já não eram bons naquela época, imagine agora? É claro que temos contas a pagar, mas precisamos agir, levantar da cama “cedo” olhar o que está acontecendo no mundo, não só pelas redes sociais, mas em noticiários, vídeos de autoajuda pessoal e profissional, se dar a chance de se redescobrir. Se você foi diretor e hoje só te resta vender cafezinho na porta de hospitais, então sirva o melhor cafezinho da região, ora bolas! E se torne o maior e melhor dos reis de cafezinhos. Enquanto serve, encante as pessoas, dê dicas valiosas, dê instruções, seja um “personal bondade”. Você só vai ganhar com isto. E primeiro você vai ganhar por dentro, porque ninguém é feliz sozinho, alegrar alguém primeiro te alegra. E as pessoas que perdem um “grande” amor? Agora vou falar como especialista no assunto, vá por mim, NINGUÉM MORRE DE AMOR, sofre sim, mas não morre, não. Desamor, desafeto, penúria... Como corrigir? Como sair desta? Acreditando que o mundo não é um carro desembestado ladeira abaixo, o mundo tem uma Força Superior, Algo Supremo que o rege, obedeça aos seus desígnios e siga em frente, não tem como dar errado: seja bom, seja honesto, seja proativo, seja feliz que Alguém olha por ti. Bjs da Lu

Evento Amor em Cada Fio

O que dizer desta foto? Em 07/08/2019 participamos do evento Amor em Cada Fio, em Niteroi-RJ. Lá pudemos doar um pouquinho de amor para cada paciente do Hospital Fluminense Antonio Pedro, que participaram do evento. Não conseguimos doar Cabelo Manero para todas as presentes, mas conseguimos dar atenção e afeto, tentamos, eu e todas os outras participantes que foram na intenção de se doar, doar o mínimo que qualquer ser humano pode doar e o que recebemos em troca, nossa!!!! Foi muito mais do que o que conseguimos dar. Em especial para mim, foi ter doado este Cabelo Manero para a Manu, algo em meu coração me disse desde São Paulo, quando havia visto a foto dela, que aquele Cabelo Manero deveria ser dela. Quando eu tive a ideia de colocar cabelo em tecido, foi por 2 motivos: 1- para que fosse mais confortável que a peruca, e 2- para que o visual ficasse o mais natural possível. A Manu ganhou o Cabelo Manero e a peruca, ambos ficaram ótimos nela, mas o que me deixou muito feliz foi saber que ela achou o Cabelo Manero mais confortável, ela não disse melhor, porque a peruca também é um aliado neste momento, ela disse mais C-O-N-F-O-R-T-Á-V-E-L. Bingo! Isto era tudo o que eu mais queria, um produto mais confortável.

Histórias da Lu - Vamos falar de cabelo?

Quem me conhece sabe que eu tenho muitas histórias, meu marido e minhas filhas já sabem todas de cor e por isso os pego rindo quando repito alguma delas. Então, resolvi contar a vocês, assim eu as eternizo. Nasci em uma época em que o cabelo mais lindo era o liso, meu sonho era ter um cabelo liso, uma das opções que havia era o alisamento à chapinha, mas espere aí um momento, a chapinha da minha época não era elétrica, não, era a gás mesmo, gás de cozinha, gás do fogão, a cabeleireira, que não necessariamente era uma cabeleireira formada, colocava a chapinha na boca do fogão, acesa, para esquentar e dava-me puxões no cabelo e esticava até o "cérebro", sorte eu tinha quando não fritava o meu couro cabeludo. Uau! Quanto sofrimento para se sentir bonita... digo sentir, porque nem sempre ficava bonito, as fotos de antigamente podem denunciar-me facilmente, kkk. Bem, resolvi começar por esta história porque ela tem tudo a ver com a minha profissão atual: turbanteira, peruqueira e fashionista. Quando eu era criança adorava pentear os cabelos lisos de uma amiga e amava acabar com os cabelos das bonecas de tanto pentear, lavar e enrolar. Eu ganhava a boneca de cabelos lisos no natal e quando chegava a páscoa, já tinha conseguido deixar os cabelos da boneca mais crespos que o meu, senhor! Hoje os cabelos crespos, os mesmos de antigamente, são lindos, estão na moda, aprendemos a cuidar deles e ver sua beleza a tanto escondida. Puxa vida! Por que demorou tanto?! Com certeza não teria sofrido na infância para arrumar o cabelo com técnicas quase "mortais". De tudo o que vivi, vi e tenho vivido atualmente com relação a cabelos, percebo que cuidar das madeixas deve ser uma grande brincadeira, um grande prazer, não deve haver sofrimento para se sentir bela(o), tem que ser leve, gostoso e divertido, acho que por isso tudo eu resolvi criar o CABELO MANERO, para que eu, você e qualquer pessoa possa ser quem quiser quando quiser, mantendo sua identidade restrita ou não, só vai depender de você, porque o que vale mesmo é ser feliz. Ontem eu estava loira encrespada, hoje ruiva lisa. Amanhã? Sei lá, vou deixar para decidir amanhã. E você? Já decidiu como quer estar amanhã? Lembre-se que o cabelo é só um detalhe, porque a cereja do bolo mesmo é ser alguém especial primeiro para você e depois para os outros. Sendo assim, a regra é simples: seja você quem quiser, seja feliz.

E o final do ano chegou!

Você já parou para pensar quais foram as suas vitórias e os seus fracassos em 2018? Quais as promessas que você não cumpriu? Costumamos nos culpar por não ter emagrecido, por não ter encontrado um novo emprego, por não ter conseguido um novo amor, por isso, por aquilo e assim vai. Refletindo em todas estas cobranças "anuais" venho lhe trazer uma proposta: _ por que não deixar as coisas acontecerem naturalmente? Relaxar (no sentido de descanso e não de desleixo), respirar mais fundo, conter os excessos e prestar mais atenção ao que está a sua volta. Enfim, desacelerar. Ontem, estava eu dentro de um carro da Uber, tentando ir de um lado a outro, num trajeto que, em dias "normais" não levaria mais de 7 minutos, levamos 40 minutos. Me dei a chance de conhecer o motorista numa conversa, uma graça de menino, educado, responsável e tão jovem, e no trajeto, quase parado, percebi novas lojas e lugares interessantes nunca antes percebidos, porquê só passo ali correndo. Então, me deu um insight, o que precisamos é desacelerar e andar de acordo com o tempo. Aquele novo emprego pode estar num bate-papo com uma pessoa com quem você nunca conversou, o novo amor pode estar no seu caminho diário, naquele em que você costuma sempre estar apressada e de cabeça baixa. Perdemos muito tempo brigando por situações que só nos levarão ao stress e à doenças neurológicas. Se saudável está difícil, imagine doente?! Bem, a minha proposta para o novo ano será: Respirar mais, prestar mais atenção e procurar aceitar mais com o único intuito de aprender e evoluir, porquê o Universo sempre conspira a favor, basta não prejudicar ninguém, não querer mais do que se pode ganhar, e aceitar a vida como ela é, se hoje deu, bem; se não deu, Amém! Bj da Lu

Olá Minhas Clientes e Amigas

É com imensa satisfação que começo o meu blog. Aqui vamos conversar, rir, chorar e dividir um pouco das nossas experiências. Espero que seja um bate papo entre amigas, daqueles que terminam com um bom cafezinho, mas se você não gosta de café, não tem problema, não, porque aqui na Lu by Lara também tem chá. Bjs da Lu

Contatos:

(11) 2528-5233

    (11) 96710-5984

oie_OzV7Ykl2U5LE_edited.jpg
  • Facebook - White Circle
  • Twitter - White Circle
  • Instagram - White Circle
  • Branca ícone do YouTube

© 2016 Lu by Lara Butique de Acessórios. Criado orgulhosamente com Wix.com